Volks Extreme Performance

VW W12

Algumas figuras podem ser ampliadas

Apresentado ao grande público no 32º Salão de Tóquio, em 1997, o  Syncro, ou W12, como ficou mais conhecido, fez com que a montadora alemã entrasse para o restrito clube das fábricas carros de alto desempenho, mesmo ainda sendo um carro-conceito. O que mais chamava a atenção era a concepção incomum seu motor, um W12. Isso mesmo, 12 cilindros dispostos em W. De construção aparentemente simples, o motor é feito basicamente pela união de dois motores VR6, colocados lado a lado (a união entre um e outro se dá pelo virabrequim, comum às duas bancadas), formando em ângulo de 15° e somando exatos 5.585 cm³, gerando uma potência de 420 cv a 5.800 rpm. Dessa forma, o motor VW W12 é o mais compacto do mundo (51 cm de comprimento X 70 cm de largura X 71,5 cm de altura), pois seu comprimento é próximo ao de um motor de 4 cilindros. Durante o Salão, chegaram a insinuar para Ferdinand Piech (todo poderoso do Grupo VW) que o modelo era "oco", que não possuía motor, então, surpreendendo aos incrédulos, Piech foi até o modelo e deu partida, fazendo o W12 rugir...

O desenho da carroceria ficou a cargo da ItalDesign, estúdio de Fabrizio Giugiaro, filho do legendário Giorgio Giugiaro. As portas abrem-se para cima, como nos legendários Lamborghini Countach e Diablo (a Lamborghini é de propriedade da VW). O material usado na carroceria e no chassi foi a fibra de carbono, pelo seu menor peso e resistência superior as chapas de aço convencionais. A cor escolhida para este 1º modelo foi um tom de amarelo bem chamativo, o "Flaming Yellow".

No "Geneva Auto Show '98" , a VW exibiu o W12 Roadster, a versão conversível do seu superesportivo. Em relação ao W12 Coupé, o Roadster possuía detalhes diferenciais como, tampa do motor transparente, dutos de refrigeração dos freios em forma de "brânquias de tubarão", rodas cromadas, pára-brisa feita em uma única peça e tração traseira. O motor era idêntico ao Coupé. A cor escolhida foi a vermelha, chamada de "Arrest Me Red".

Com toda essa potência, o W12 era capaz de alcançar os 290 Km/h, e acelerar de 0-100 Km/h em menos de 5 segundos.

Ficha técnica (Coupé e Roadster)

  • MOTOR: Central longitudinal de doze cilindros em W, formado por dois motores VR6 laterais em V em ângulo de 15°, que por sua vez têm ângulo central de 72°. 5.584 cm³. Injeção eletrônica Multi-Point Bosch. Quatro válvulas por cilindro acionadas por dois comandos de válvulas variável, controlados hidráulicamente, em cada bancada. Cárter de alumínio. Cabeçote de magnésio. Taxa de Compressão 10:1. Potência máxima 420 cv a 5.800 rpm e torque máximo de 54 kgf/m a 3.000 rpm.

  • TRANSMISSÃO: Câmbio seqüencial de seis marchas. Tração integral permanente (traseira no Roadster), com diferencial central auto-blocante.

  • CHASSIS: Suspensão dianteira independente, de quadro deformável tipo push-rod, com triângulos sobrepostos, molas helicoidais, amortecedores horizontais a gás e barra estabilizadora. Freios a disco ventilado (marca Brembo) nas quatro rodas com ABS. Direção tipo cremalheira, com assistência.

  • PNEUS: Dianteiros: 255/40 ZR19.
                 Traseiros: 285/35 ZR19.

  • PESO: 1200 kg 

  • DIMENSÕES: Comprimento: 4,40m
                         Altura: 1,04m
                         Largura: 1,92m 

  • DESEMPENHO: Velocidade máxima: 290 km/h 
                            0-100 km/h: entre 4,5 e 5,0 seg.

Evolução

Quando todos achavam que o W12 havia sido esquecido, a VW surpreendeu novamente e apresentou uma nova versão, com modificações que o aproximam cada vez mais da produção em série, pois o modelo é 100% funcional. Não por acaso, o W12 2001 apareceu no mesmo Salão de Tóquio (já na sua 37ª Edição, e que se encerrou no dia 07/11/01) em que estreou.

Essas alterações incluem, entre outros, um conjunto ótico dianteiro e as lanternas traseiras. O motor W12 teve sua cilindrada aumentada de 5.584 cm³ para 5.998 cm³, e passou a desenvolver 600 cv a 7.000 rpm e torque de 63,2 kgf/m (620Nm) a 5.800 rpm. A transmissão é sequencial de 6 marchas, com tração traseira, como no Roadster. As rodas continuam a ser de 19 polegadas, mas agora com pneus dianteiros 255/35 ZR e traseiros 275/40 ZR.

O desempenho é de dar inveja a qualquer superesportivo: acelera de 0 a 100Km/h em 3,5 segundos e alcança velocidade máxima superior a 350 Km/h.

O W12 exposto em Tóquio tem acabamento externo na cor laranja perolizada e teto de vidro que vai, praticamente, do pára-brisa ao final do compartimento do motor. Internamente, predominam o couro, o alumínio e o carbono, sendo que bancos, estofamentos e laterais de portas são revestidos em veludo preto e cinza. A VW desenvolveu um novo processo químico de revestimento de superfície, para colorir de vermelho os detalhes em alumínio da cabine dos passageiros. Acomodando-se no banco de design anatômico, o motorista tem a visão perfeita de dois grandes mostradores redondos à sua frente, com informações sobre velocidade e rotação do motor, entre outras. No centro do painel, um monitor colorido controla as funções de navegação, computador (laptop), computador de bordo, ar condicionado e telefone celular.

Quando atinge 120 Km/h, um aerofólio se estende automaticamente para garantir maior estabilidade ao esportivo, que já é auxiliada pela distruibuição de seus 1.200 Kg na proporção 50% para cada eixo. Além disso, diversos módulos eletrônicos aumentam o prazer e a segurança ao dirigir, entre eles o programa ESP (Eletronic Stability Program) de estabilidade e o sistema TCS de controle de tração (que impedem as rodas de patinarem em velocidades acima de 40 Km/h), que podem ser desligados para que o motorista sinta todas as reações do carro. Os freios são a disco ventilado nas quatro rodas, com 318 mm de diâmtro, da marca Brembo. O freio de mão é ativado eletricamente no simples toque de um botão. 

Destruidor de recordes

Um protótipo do carro acaba de bater o recorde mundial de velocidade e distância em percurso com duração de 24 horas: ele percorreu 7.085,7 Km em 24h, à velocidade média de 295,24 Km/h, melhorando em 12 horas o recorde anterior. Na mesma ocasião, superou os recordes nas distâncias acima de 5.000 Km e de 5.000 milhas, além de outras seis marcas internacionais da categoria, isso sem qualquer tipo de preparação, acerto ou adequação, apenas respeitando o regulamento da FIA.

Mais fotos do W12

Quadro comparativo

 W12 Coupé/RoadsterW12 2001
Cilindrada5.585 cm³5.998 cm³
Taxa de Compressão10:112:1
Potência420 cv a 5.800 rpm600 cv a 7.000 rpm
Torque54 kgf/m a 3.000 rpm63,2 kgf/m a 5.800 rpm
CâmbioSequencial de 6 marchasSequencial de 6 marchas
TraçãoIntegral Permanente (traseira no Roadster)Traseira
Pneus Dianteiros255/40 ZR19255/35 ZR19
Pneus Traseiros285/35 ZR19275/40 ZR19
FreiosDiscos ventilados nas 4 rodas, com ABSDiscos ventilados nas 4 rodas, com ABS
Peso1.200 Kg1.200 Kg
Altura1,04m1,10m
Largura1,92m1,92m
Comprimento4,40m4,55m
Velocidade Máxima290 km/hsuperior a 350 Km/h
Aceleração entre 4,5 e 5,0 segundos3,5 segundos

Texto: Marcelo
Colaboração: João Leonardo
Fontes: www.bestcarswebsite.com.br
www.vwvortex.com
Revista Vida Vitória


   
 

 

Volks Extreme Performance - 1999/2015

Este site é mantido por entusiastas da marca VW, não possuindo
vínculo com a Volkswagen do Brasil e Volkswagen AG.